Homem acusado de matar ex-esposa em Paial se entrega à polícia
Clarice Libino foi morta a tiros dentro do próprio salão de beleza na tarde de segunda-feira
08/06/2021


acusado de matar a tiros a ex-esposa no município de Paial, no Oeste de Santa Catarina, na tarde desta segunda-feira, dia 7, se entregou à polícia. O homem tem 42 anos.  A vítima foi identificada por familiares como Clarice Libino, de 38 anos. Ela foi morta dentro do próprio salão de beleza.

 

A prisão do suspeito aconteceu à noite, após uma força-tarefa que envolveu policiais civis e militares. As buscas pelo autor do crime iniciaram ainda durante a tarde, por volta das 15 horas, tanto na área urbana quanto rural de Paial.

 

A PM (Polícia Militar) informou que o homem se entregou aos policiais por volta das 20 horas desta segunda-feira. Ele estava escondido na casa de um familiar na Linha Aparecida, que fica no interior do município.

 Na mesma comunidade, ainda durante a tarde, o carro do suspeito foi encontrado abandonado às margens de uma estrada em meio ao mato. O veículo Sandero de cor vermelha teria sido usado pelo homem para se deslocar até o endereço do crime e depois fugir, segundo testemunhas. O caso foi entregue à Polícia Civil, que investiga o feminicídio.

 

A vítima

 

Clarice Libino foi morta a tiros em Paial (Foto: Reprodução/Facebook)

Clarice Libino foi morta dentro de seu salão de beleza com cinco tiros. As balas acertaram a cabeça, costas e o abdômen da mulher. Ela estava atendendo uma cliente quando o autor invadiu o estabelecimento e atirou várias vezes. O local fica em enfrente ao destacamento da Polícia Militar, o que não intimidou o autor.

 

A cliente não ficou ferida, mas a dona do local morreu na hora. O corpo dela foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exames complementares. A vítima era casada com o suspeito há cerca de 20 anos e tinha dois filhos com ele. Há cerca de dois meses eles haviam se separado, segundo familiares.

 

“Não tem explicação”

 

A prima irmã de Clarice, Salete Teodoro, de 50 anos, estava em casa plantando verduras quando viu o suspeito passar com o carro em alta velocidade. “Pensei que algo aconteceu ou eles brigaram. Depois meu filho chegou avisando que ele matou ela”, relatou.

 

Conforme Salete, a prima saiu de casa porque era ameaçada e sofria agressões. “Às vezes ele aparecia na igreja nervoso. Antes dela sair de casa, ele bateu nela. Todos esses anos ela só sofreu com ele. É muito triste. Nós ouvíamos falar isso, mas quando é com a família da gente, não tem nem explicação”.

Com informações do ND+



Referências: Por Oeste Mais

Últimos Posts
15/10/2021

No Ar Agora!
sem locutor
Eu Amo Música
Início: 00:00 - Fim: 06:00







     

 



Endereço: Rua 7 de setembro, 170, Centro - Lindóia do Sul
Telefone: (49) 3446-1232 | Cel: (49) 99977-5169
E-Mail: contato@radioprincesadovalefm.com.br


Rádio Princesa do Vale FM .© 2021 Todos os direitos reservados.
18/10/2021 01:18:23